SAIRAM DO PRESÍDIO E ENCONTRARAM A MORTE


Por João Melo / 23 de dezembro de 2018

ÀS VEZES as pessoas que saem do Presídio para passar o natal com a família acabam dando um aceno de despedida para a vida. Todo ano é a mesma coisa. Homens da Rondesp receberam denúncias indicando que indivíduos armados estariam transitando no bairro Copacabana 1 ostentando armas. Como se a cidade fosse capital do faroeste. Arrotavam valentia.
Quando os homens da lei chegaram foram recepcionados a tiros. Entraram numa casa e aí foi bala pra todo lado. Foi feito o cerco no local e dada à voz para que se rendessem momento em que a guarnição adentrou na residência sendo novamente recebida a tiros.
O bicho pegou. Houve o revide sendo que dois indivíduos foram alvejados e dois deles evadiram pelos fundos da residência. Feita a varredura, localizou-se duas armas de fogo próximo aos agressores e uma quantidade de maconha em uma sacola.

Os caras estavam gozando do chamado “SAIDÃO” de Natal, e já estava com armas pra saírem pela cidade fazendo suas “cobranças” com os seus desafetos. Vieram a óbito no confronto Leandro Santos Cerqueira (vulgo Léo Ridick), e Ismael Silva de Almeida. Leo era um dos líderes do trafico de drogas no Conjunto da Vitória e também agia em vários pontos da cidade. ”Léo Ridick”em uma certa época foi preso comandando um laboratório de drogas e esconderijo de armas em Conquista no bairro Morada Real.