Saiba como limpar o nome para o Natal


Por João Melo / 24 de setembro de 2018


Usar o 13º salário para pagar contas à vista é uma das dicas para sair do vermelho

As festas de fim de ano estão chegando, e com elas as despesas — o que é um problema para quem já está endividado. Existem em Vitória da Conquista milhares de inadimplentes. Eles enfrentam restrição de crédito e até a suspensão de serviços, como fornecimento de energia elétrica. Mas a entrada de recursos extras, como o adiantamento do 13º salário, pode ser uma oportunidade para quitar as dívidas.

O primeiro passo para retirar o nome dos serviços de proteção ao crédito, dizem economistas, é fazer o levantamento das dívidas. As contas urgentes (com juros elevados ou que podem interromper algum serviço básico) têm prioridade. O devedor precisa saber o que se deve e qual o valor. Depois, é preciso planejar. Procurar credores para negociar também é uma saída.

Caso o salário não seja suficiente para quitar o saldo devedor, há duas opções: usar o 13º ou se desfazer de algum bem. Uma boa alternativa são os mutirões organizados por órgãos de defesa do consumidor. É possível obter um abatimento de até 80% no valor da dívida.

Para quitar as dívidas

Planejamento
Economistas ressaltam que, antes de tentar a negociação, é preciso organizar as dívidas e saber o real valor de cada uma. Para isso, o consumidor pode entrar em contato com o credor e pedir informações sobre o saldo devedor, como juros e valor corrigido.

Abono
Entre outubro e novembro é paga a primeira parcela do 13º salário. Segundo especialistas, caso a pessoa tenha dívidas, é melhor usar esse dinheiro extra para tentar quitar as mais altas e as essenciais.

Mutirões
Uma alternativa vantajosa é procurar os mutirões de órgão de defesa do consumidor. A pessoa pode conseguir descontos de até 80% caso pague o saldo à vista. Também é possível acessar a plataforma “Serasa Nome Limpo”, que renegocia dívidas on-line.