Projeto defende presença de doulas em hospitais de Vitória da Conquista


Por Alessandro / 15 de novembro de 2018

Na sessão ordinária dessa quarta, 14, entrou em discussão o Projeto de Lei Ordinária nº 78/2018, que dispõe sobre a presença de doulas nas maternidades, casas de parto e em estabelecimentos hospitalares congêneres de Vitória da Conquista. A doula Clarize Campos, na Tribuna Livre, explicou que doula é uma profissional treinada para acompanhar mulheres durante o parto. A formação é via um curso com, pelo menos, 32 horas, e vivência prática de 12 horas, no mínimo. Sua função é acompanhar as gestantes durante
Segundo Campos, cerca de 24 doulas atuam em Vitória da Conquista. Elas proporcionam conforto físico e emocional às gestantes, sobretudo durante o parto. Para ela, é importante garantir nos hospitais públicos o acesso a esse tipo de ação, uma equidade entre a rede pública e privada. Clarize leu trecho de um depoimento de uma mão que teve acesso a uma doula em sua gestação e parto. Segue o trecho:
“Senhores vereadores, senhoras vereadoras, o que pedimos a esta Casa é que através da decisão que vocês farão diante do projeto de lei em questão, vocês contribuam para que cada mães e cada bebê tenham direito de escrever no livro de suas vidas uma história de parto respeitosa e transformadora. Em nome de todas as mulheres, peço que os senhores não nos deixem desamparados à mercê apenas das instituições. As instituições são compostas por pessoas qualificadas e preparadas, mas que algumas vezes não entendem o parto como esse evento determinante na vida do outro. Somos mais que parturientes com seus recém-nascidos, somos pessoas que merecem respeito em cada detalhe de suas histórias. Por isso, espero que, como representantes do povo de Vitória da Conquista, esta Casa nos garanta o direito de ter a presença de nossas doulas em nossos nascimentos”.
Clarize defendeu que toda mulher grávida tem direito a uma doula que, ao lado da equipe médica, dará todo o suporte ao parto. A doula pediu que os vereadores considerem e aprovem o projeto. “Precisamos ter a garantia de que vocês estão de fato cuidado do povo. E quem pare o povo? Somos nós as mulheres”, disse.
A vereadora Nildma Ribeiro (PCdoB) é autora da PL, em parceria com o mandato da vereadora Viviane Sampaio (PT). Nildma reforçou a importância do projeto que garante a presença das doulas durante o parto. “Sabemos do índice de violência contra mulheres parturientes, a presença das doulas dá mais segurança as mulheres”, disse. A vereadora pediu o apoio de todos os colegas vereadores para a provação da PL.
Para o vereador Luís Carlos Dudé (PTB), Líder do Prefeito, o tema é bastante importante. “É obrigação dessa Casa” aprovar pois a presença das doulas deve humanizar ainda mais o momento do nascimento.