POBREZA AVANÇA EM CONQUISTA


Por João Melo / 30 de agosto de 2018


A sede de Vitória da Conquista vem promovendo um enorme êxodo populacional para a zona rural, por falta de emprego e segurança na região. São muitos que estão deixando tudo para trás, fechando suas lojinhas, para buscar sossego no campo.
A propósito, pode se ver, o crescimento desordenado de moradores de rua, dormindo debaixo das marquises de lojas, de monumentos públicos e até mesmo, em portas de bancos. Na Praça Caixeiros Viajantes, ao lado de uma das entradas do Banco do Brasil o leitor pode verificar o crescimento da pobreza. Muita gente sem teto dorme naquele local. A qualidade de vida vai piorando.

Faltam ações nos três níveis de governo para pelo menos tentar diminuir este calvário para as pessoas que vivem nestas condições, pelo menos em nível de Vitória da Conquista. Falta alguém para sintonizar estes problemas e que saiba interpretar os sinais e sintomas deste quadro devastador de sofrimento.

Estamos na fase de eleição. Época de discussão deste problema, por parte de salvadores da pátria que vão surgir por aí, avaliando este pólo, prometendo soluções imediatas, mas que irão desaparecer após o pleito, como sempre acontece.