Mulher joga óleo quente em filha de 17 anos e alega legítima defesa


Por João Melo / 1 de janeiro de 2019

Uma jovem de 17 anos foi queimada com óleo quente pela própria mãe, na cidade de Jacobina, no norte da Bahia. De acordo com a Polícia Civil, o caso ocorreu  e, no mesmo dia, a mulher procurou a delegacia da cidade para informar que agiu em legítima defesa.

 

O caso ocorreu na casa onde a mulher mora com a filha, no Conjunto Habitacional Lagoa Dourada. Conforme a polícia, a mulher arremessou uma vasilha com óleo quente que atingiu rosto, pescoço e tórax da jovem.

 

Ela teve queimaduras de 1º e 2º grau. A jovem foi atendida no Hospital Municipal de Jacobina, e informações preliminares apontam que ela foi transferida para o Hospital Geral do Estado (HGE).

 

Segundo disse a mãe à polícia, a jovem é usuária de drogas e estava a agredindo com uma cadeira. Então, para se defender, a mãe falou que jogou o óleo na filha. Apenas a mulher foi ouvida, a jovem ainda não falou com a Polícia Civil, que investiga o caso.