Marcelo confirma que lesões serão o grande fantasma da seleção na Rússia


Por Ticiana Cardoso / 27 de junho de 2018

 

Bastaram nove minutos de jogo nesta quarta-feira (27), diante da Sérvia, para que Tite se deparasse com mais um problema médico em sua seleção. Após tentativa de arrancada, Marcelo sofreu um espasmo na coluna, deixou o gramado da da Arena Spartak com os olhos marejados e provou que as lesões serão o grande fantasma da equipe na Copa do Mundo da Rússia.

Sem conseguir andar direito, não aguentou nem ficar no banco de reservas ao ser substituído por Filipe Luís. O lateral do Real Madrid pediu para ir direto ao vestiário e deixou o campo acompanhado do fisioterapeuta Bruno Mazziotti e do médico Rodrigo Lasmar.

O problema de Marcelo foi o sétimo da seleção brasileira nesta Copa, intensificando alerta já aceso na comissão técnica de Tite.

Antes de Marcelo, Neymar, Douglas Costa, Fagner, Renato Augusto, Fred e Danilo já tinham sofrido com problemas médicos em algum momento.

A dor de cabeça começou bem antes da Copa do Mundo. Em fevereiro, Neymar teve uma lesão no pé direito, atuando pelo Paris Saint-Germain, e precisou passar por uma cirurgia. O craque voltou aos gramados no início da preparação da seleção para a Copa e admite ainda não estar 100%. Já na apresentação para o Mundial, mais problemas. Fagner e Douglas Costa, com lesões musculares, demoraram alguns dias a se juntar ao grupo para trabalhos táticos. Pouco depois, Renato Augusto sofreu com a sobrecarga de treinos e teve uma inflamação no joelho. Nos dias de treinamento em Londres, o meia Fred recebeu uma entrada dura de Casemiro em treino e aumentou a lista de pacientes no departamento médico.

Na última quinta-feira, véspera do jogo contra a Costa Rica, Danilo sofreu com dores em um músculo do glúteo e se juntou ao “bonde” dos lesionados. Nessa partida, após o apito final, Douglas Costa aumentou a lista que parece não ter fim. O atacante sentiu novo problema muscular na coxa, desta vez na perna direita.