Mais um travesti assassinado em Conquista


Por João Melo / 15 de novembro de 2018

A história de Vitória da Conquista parece que está reconstruindo a memória de um faroeste. Por meio de narrativas de escritas com sangue, a 3ª maior cidade baiana consolida-se como uma terra brutal. Nossa realidade se transforma numa região onde as pistolas falam mais alto.
Na noite de ontem, uma travesti foi assassinada á tiros no conjunto habitacional Pau Brasil no bairro Miro Cairo. Raphaella Souza de 32 anos, foi assassinado no final da noite e o cadáver se encontra no IML Instituto Médico Legal onde passará por necropsia.
No último dia 07 desse mês (Novembro) outro travesti identificado por “Elizeu”, também foi assassinado em Vitória da Conquista.