Delegado de Barra da Estiva afirma que há fortes indícios de que Carlito seja o autor do estupro e morte de Rhanna


Por João Melo / 13 de junho de 2018



O delegado de Barra da Estiva, Dr. Joíldo dos Humildes, afirmou que há fortes indícios de que Carlito Camilo Souza, JÁ NA CADEIA, seja o autor do estupro e morte da estudante Rhanna Kevila da Silva Almeida, 15 anos, estuprada e ferida fatalmente com 17 golpes de faca.
“Nós conseguimos chegar até o suspeito por conta do celular da vítima ter sido retirado do local do crime e, este mesmo celular, foi descartado por Carlito no jardim da igreja matriz. As câmeras captaram a imagem dele. Ele foi interrogado, negou ter descartado o celular, mentiu, entrou em contradição várias vezes, quanto à presença dele na praça, mas as imagens das câmeras são claras, mesmo ele negando. O local foi monitorado pelas câmeras e só foi registrada a imagem dele, estava chovendo no momento, não tinha ninguém na praça. Carlito trabalha como churrasqueiro “Churrasco Grego” na cidade, manipula facas semelhantes a que a vítima foi morta, e ele não tem um álibi de quando foi cometido o crime; ou seja, de 16h20min às 17h, as câmeras não conseguem flagrar ele em local nenhum da cidade, ele disse que estava com a esposa, mas ela nega, dizendo que ele não estava em casa.” disse o delegado; acrescentado que: “No interrogatório ele disse que não conhecia a família da vítima, mas o concunhado confirma que ele conhecia a família da vítima, então são diversas contradições que mostram que ele está mentindo. É um individuo extremamente frio e calculou todo o trajeto, certamente pulou o muro dos fundos da casa para, supostamente, estuprar e assassinar a jovem, além de colocar fogo no local para dificultar a perícia” disse o delegado.
O delegado ainda foi categórico em dizer que todos os elementos levam a crer que Carlito seja o autor do crime. No momento está sendo aguardado o laudo do DPT (Departamento de Polícia Técnica) com os resultados da coleta do material biológico para vê se bate com o material encontrado no local e mais algumas investigações que poderão confirmar e, ai sim, ser convertida a prisão temporária em preventiva. Carlito está custodiado na delegacia de Brumado.
A morte de Rhanna causou grande comoção e foi motivo de várias manifestações em Barra da Estiva.