Cobranças abusivas em colégios preocupam pais de alunos


Por João Melo / 24 de novembro de 2018

O fim do ano letivo está chegando e a preocupação com os custos escolares para o próximo ano já está batendo na porta. Principalmente para os pais de alunos que estudam em escolas particulares. O período de rematrícula já teve inicio, mas os pais devem ficar atentos às cobranças.
Até o dia 30 de novembro é o período de rematrícula, algumas escolas estendem esse prazo ate completar as vagas restantes. O pai precisa estar vigilante, buscar o contrato e respeitar a lei, que diz que o contrato deve ser reajustado uma vez por ano, qualquer coisa diferente disso é preciso ficar muito atento. Qualquer taxa extra é atenção. A única coisa a ser cobrada é mensalidade, que não pode exceder os 12 meses.
A lista de material escolar, produtos de uso coletivo devem ser comprados pela instituição. A lista é sempre de material individual. A lei diz que não pode ser imposto item de uso coletivo, como papel A4, papel higiênico, limpeza, pinceis, isso deve ser alcançado pela planilha de custos e a escola quem tem que arcar.