Aos 64 anos, apresentador e deputado estadual Wagner Montes morre no Rio de Janeiro


Por João Melo / 26 de janeiro de 2019

Morreu aos 64 anos, o apresentador e deputado estadual (PRB-RJ) Wagner Montes neste sábado (26), no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pela TV Record, onde trabalhava. Wagner estava internado há dois dias para tratar de uma infecção urinária no hospital Barra D’or. A causa da morte foi choque séptico e sepse abdominal.


O velório será neste sábado ainda na sede da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.

Em 2017, o apresentador teve sérios problemas de saúde devido ao excesso de peso e chegou a apresentar o “Cidade Alerta” sentado, o que já não era seu famoso estilo de conduzir um programa. Enfrentou problemas vasculares como uma trombose, chegando a ser visto nas sessões da Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro), onde foi presidente no mesmo ano, sentado numa cadeira de rodas. Sofreu também um infarto e chegou a ficar 39 dias internado.

Casado há 30 anos com a atriz Sônia Lima, ele deixa dois filhos, Wagner Montes filho, da relação com a Miss Brasil de 1983 Catia Pedrosa, e o ator Diego Montez, do casamento com Sonia.
Wagner fez parte por anos do programa “Show de Calouros”, apresentado por Silvio Santos e passou 17 anos no SBT onde participou de outras atrações, antes de se estabilizar na TV Record.

Nascido no Rio de Janeiro, Wagner cursou direito e começou sua carreira na rede Tupi em 1974, como repórter policial na Super Rádio Tupi. Em 1979, se tornou apresentador do “Aqui Agora”. Em 1981, ingressou no cinema “A Morte Transparente” e “A Pantera Nua”.

Em 1981, sofreu um grave acidente de triciclo na Zona Sul do Rio e precisou amputar a perna direita.

Nos últimos anos, Wagner ganhou destaque apresentando o programa “Balanço Geral”, da TV Record e seu bordão “escraaacha” popularizou, sendo repetido por crianças, jovens e adultos.

Além disso, foi eleito deputado federal nas últimas eleições pelo Partido Republicano Brasileiro (PBR) com 65.868 votos. Ele é filiado ao partido desde 2006. Nossos pêsames aos familiares.

Há dois dias, Sonia publicou um vídeo do marido em suas redes sociais afirmando: “a vitória é nossa”. A imagem, no entanto, não é atual, apenas uma lembrança de #tbt (Throwback Thursday – expressão usada nas redes sociais para relembrar algo).