10º Concurso Nacional de Marchinhas homenageia a Cidade Maravilhosa  


Por Editor / 3 de outubro de 2014

Inscrições prorrogadas até 19 de outubro

A 10ª edição do Concurso Nacional de Marchinhas Carnavalescas da Fundição Progresso – Prêmio Cidade Maravilhosa – está com inscrições prorrogadas até 19 de outubro. Parceria com o programa Fantástico, da TV Globo, desde 2005, a disputa já recebeu mais de 8.200 composições de todo o Brasil e chega aos dez anos com novidades do formato.

Para estimular ainda mais a produção musical carnavalesca em todo o país, especialmente onde o carnaval de rua vem crescendo e se firmando como festa tradicional, a organização vai selecionar uma marchinha de cada região brasileira para a concorrer entre as 10 selecionadas na semi-final. Dessa forma, o júri especializado vai classificar as melhores composições do Norte, do Nordeste, do Centro Oeste, do Sul e do Sudeste, além de outras 5 semifinalistas, independente de região.  O tema, como em todos os anos, é livre.

Um levantamento realizado pela Fundição Progresso mostra que 81% das marchinhas inscritas nos últimos dez anos vieram do sudeste, mas que todos os Estados brasileiros participam ou já participaram da peleja. Mais de 35 novos concursos pipocaram por todo o país deste 2005, inclusive em cidades do interior como Brazópolis (MG), Madre de Deus e Maragogibe (BA), e em capitais como Cuiabá (MS) e Teresina (PI).

Prestes a completar 450 anos, o Rio de Janeiro – cidade que inventou a marchinha –  é o homenageado da 10ª edição do concurso, que já celebrou personalidades como Emilinha Borba, Chiquinha Gonzaga e João Roberto Kelly. Não por acaso, uma marchinha de carnaval – Cidade Maravilhosa, de André Filho – tornou-se hino oficial do município e é uma das músicas mais tocadas durante o carnaval até hoje.

A semi-final será realizada no dia 18 de janeiro, num grande baile na Lapa. Neste dia serão escolhidas três canções pelo corpo de jurados presente. A partir desse resultado, estará aberta a etapa de votações no site do Fantástico, e será encerrada somente no dia 1º e fevereiro, dia do grande baile da “Finalíssima”.

Para esta edição do concurso, só serão aceitas inscrições online. O regulamento estará disponível no site www.concursodemarchinhas.com.br a partir do dia 14 de setembro até o encerramento das inscrições no dia 09 de outubro.

O projeto conta com patrocínio da Petrobras, do Governo do Rio de Janeiro e da Secretaria de Estado de Cultura , através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro.

Sobre o Concurso

Idealizado por Perfeito Fortuna, agitador cultural, ator e presidente da Fundição Progresso, o “Concurso Nacional de Marchinhas Carrnavalescas da Fundição Progresso” foi lançado em 2005. O projeto, que desde o primeiro ano conta com a parceria o Programa Fantástico, da TV Globo, é considerado um marco na revitalização do carnaval de rua do Rio de Janeiro e do país. A partir de sua criação, mais de 8.200 composições foram inscritas na disputa, vindas de todos os estados brasileiros. Ao menos 35 cidades realizaram eventos semelhantes nos anos seguintes à criação do concurso da Fundição.

 

Nas edições anteriores, as marchinhas vencedoras saíram das cidades de Belém, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. Foram elas: “Milagre do Viagra”, de Homero Ferreira e Chiquinho, em 2006; “Pra Carmem”, de Bete Bissoli, em 2007; “Volante e Cachaça não Combina”, de Mauro Diniz e Cláudio Jorge, em 2008, “Bom Dia”, de Renato Torres Lima, em 2010. O bicampeão Edu Krieger foi o primeiro colocado em 2009 com “Bendita Baderna” e em 2011 com “Nossa Fantasia”. Em 2012, “Papagaio no Arame”, de Fábio Simões, levou o primeiro prêmio, assim como “Vovô Ampulheteiro”, de André Mesquita, Alberto Silva, Bozo e Moreira Junior, em 2013. “Cadê a Viga”, de Rita e Cássio Tucunduva, foi a vencedora em 2014.

Sobre a Fundição Progresso

Palco de espetáculos musicais, teatrais, circenses e também escola de festas, a Fundição é o lugar onde a arte é pensada, produzida, ensinada e apresentada para cerca de 800 mil pessoas anualmente. Localizada em um prédio histórico de uma antiga fábrica de objetos de ferro desativada nos anos 70, a Fundição abriga desde grandes eventos do showbizz às manifestações tradicionais e renovadas do carnaval carioca.

Intrépida Trupe, Armazém Cia de Teatro, Teatro de Anônimo, Vídeo Fundição e Orquestra Petrobras Sinfônica são alguns dos grupos culturais que habitam o espaço diariamente, ensaiando, ensinando e apresentando sua arte.

Administrada por Perfeito Fortuna desde 1999, a Fundição se tornou referência para o carnaval carioca e brasileiro com a criação do Concurso Nacional de Marchinhas, com a realização do Carnaval da Lapa e com os ensaios de importantes blocos carnavalescos em sua sede, como Monobloco, Rio Maracatu, Bloco do Sargento Pimenta e Bangalafumenga.

Local onde foram vividos momentos históricos da MPB, como shows de Cássia Eller e a despedida do grupo Los Hermanos, a casa de espetáculos da Fundição Progresso está entre os principais espaços para shows no Rio de Janeiro. Turnês internacionais também fazem parte da programação do espaço, que já recebeu nomes como Franz Ferdinand, Manu Chao, Morrissey, Ziggy Marley, Motörhead e Marilyn Manson, só para citar alguns. E, em 2013, o Anima Mundi – segundo maior festival de animação do mundo – ganhou casa nova e passou a ser realizado na Fundição.

SERVIÇO

10o Concurso Nacional de Marchinhas Carnavalescas da Fundição Progresso – Prêmio Cidade Maravilhosa

Inscrições até 19 de outubro